SOLARIZAÇÃO:

A solarização consiste na colocação de manga plástica opaca sobre o solo humedecido, visando aumentar sua temperatura e, desta forma, controlar patógenos habitantes do solo, pragas e plantas daninhas. A técnica é indicada, principalmente, para a recuperação de áreas cultivadas intensa e sucessivamente, como as ocupadas por hortaliças e ornamentais, mas também pode ser aplicada em casas de vegetação e para a desinfestação de substratos utilizados na produção de mudas.

As temperaturas alcançadas pelo solo durante a solarização são letais a muitos fitopatógenos, sendo maiores nas camadas mais superficiais (45-55º a 10 cm de profundidade); nas camadas mais profundas prevalecem a mesma temperatura. Podendo favorecer o crescimento de populações de muitos antagonistas, mais tolerantes ao calor que os fitopatógenos. Favorece microrganismos promotores do crescimento e da liberação de nutrientes, como nitrogênio e alguns micronutrientes.

A solarização, tanto em campo aberto como em casas-de-vegetação, deve ser aplicada nos meses mais quentes do ano. Em Portugal, por exemplo, o período melhor é Julho e Agosto.