SOPA DA PEDRA:

Esta sopa está associada a um conto, que teve origem na zona de Almeirim, a capital da Sopa da Pedra. Reza a história que um Frade andava pela região num peditório. Já esfomeado, e após ser-lhe negado uma esmola numa casa de um lavrador, o Frade afirmou: “Vou fazer um caldo de pedra”. A família do lavrador ria-se do frade enquanto este escolhia uma pedra e se interrogava pela qualidade da mesma.

“Então nunca comeram Sopa de Pedra??” questionou o Frade, despertando a curiosidade na família,

“É coisa boa!”, repetia.

Escolhendo a pedra, o Frade começou a lavá-la e pediu um púcaro. Ao colocar a água e a pedra no púcaro pediu para usar as brasas.

“Com um pouco de unto é que o caldo ficava um primor!”, exclamou enquanto a água aquecia. Foram-lhe buscar o pedaço de unto, ferveu, ferveu, e perante o pasmo de todos o Frade provou e disse: “Está um pouco insonso, precisa de sal.”

Deram-lhe o sal.

“Agora era umas folhas de couve para o caldo ficar divino!”. A dona da casa foi à horta e trouxe umas folhas bem frescas, que o frade limpou, ripou e juntou à sopa.

Com os olhos já arregalados, o frade pediu: “Ai um naco de chouriço é que lhe dava o toque final…” Trouxeram-lhe o chouriço, que cortou e juntou ao caldo. Enquanto isto, já tirava do alforge um pedaço de pão, o qual partiu aos pedaços para ir molhando na sopa, a qual cheirava que era um regalo. Comeu e lambeu o beiço. Quando mais nada havia no tacho que não a pedra, o lavrador questionou o Frade: “Então e a pedra, ó senhor Frade?”. ao que o Frade retorquiu: “A pedra lavo-a e levo-a comigo para o próximo caldo!”.

E assim comeu onde não lhe queriam dar nada.

Ingredientes

  • Sal
  • Pimenta
  • Coentros picados
  • 1 Cebola
  • 1 Dente de alho
  • 4 Colheres de sopa, de azeite
  • 1 Pedra grande (só pela graça)
  • 2 Colheres de sopa, de vinho branco
  • 500 gr.de entrecosto de porco
  • 300 gr. de carne de vaca
  • 500 gr. de feijão manteiga
  • 150 gr de toucinho entremeado
  • 1 orelha de porco
  • 1 Farinheira
  • 1 Morcela de arroz
  • 1 Chouriço de carne
  • 1 Nabo
  • 2 Cenouras
  • 700 gr. de batatas
Modo de Preparação:
No dia anterior tempere as carnes com sal.
Ponha o feijão a demolhar caso não seja necessário.
Prepare a orelha de porco que deve ser escaldada e raspada.
Coza o feijão em bastante água e junte a cebola. Noutra panela à parte coza as carnes e os enchidos.
Tenha em atenção que a farinheira e a morcela cozem em pouco tempo. Quando tudo estiver cozido corte as carnes aos pedaços e os enchidos às rodelas.
Numa panela faça um refogado com azeite, cebola e alho. de seguida coloque as batatas, as cenouras e o nabo cortados aos cubinhos. Deite um pouco de vinho branco.
A este refogado junte a água em que cozeu o feijão e mais um pouco de água até encher a panela.
Quando as batatas, cenouras e nabos estiverem cozidos junte metade do feijão. A outra metade passe-a pelo passe-vite e junte também na mesma panela.
Tempere com sal, pimenta e coentros.

Por fim junte as carnes e os enchidos e a famosa pedra. A sopa não deve ficar nem muito grossa nem muito aguada.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s