Cenouras - Propriedades Terapêuticas

CENOURA – PROPRIEDADES TERAPÊUTICAS:

A cenoura pertence à família Apiaceae, tendo como nome científico Daucus carota.

Guilherme I Príncipe de OrangeAs cenouras, originalmente, apareciam com cores púrpura, branca e amarela. A cenoura laranja, que usamos nos dias de hoje foi desenvolvida na Holanda como tributo a Guilherme I de Orange (sendo que “orange” significa “laranja”) durante a guerra holandesa de independência da Espanha no séc. XVI.

Alguns acreditam que é originária da Gália, outros defendem que provém da Ásia Menor, onde crescia em estado selvagem há mais de três mil anos. O certo é que as cenouras já eram bastante conhecidas e apreciadas desde a época dos antigos gregos e romanos.

Os europeus acabaram por favorecer o crescimento da variação cor de laranja sobre as outras variedades, tendo sido amplamente cultivada noutras áreas do mundo, incluindo o sul da Ásia e o norte de África. Posteriormente foram introduzidas nas colónias norte-americanas.

Devido à sua grande popularidade, no início de 1800, a cenoura foi o primeiro vegetal a ser enlatado.

As cenouras podem ser comidas cruas ou cozinhadas. Normalmente não se come a rama das cenouras mas esta é comestível e dá para fazer um excelente esparregado.

Este vegetal é rico em anti-oxidantes, minerais e β-carotenos. Estes últimos são os responsáveis pela sua coloração alaranjada. Apenas 100g de cenoura são suficientes para suprir as necessidades diárias de vitamina A de um ser humano.

Nunca se deve descascar uma cenoura, pois a parte mais nutritiva está justamente perto da superfície. Basta lavá-la e raspá-la.

Propriedades e Indicações Terapêuticas:

  • partes utilizadas: folhas, raízes, sementes, óleo das raízes
  • anti-inflamatória
  • anti-microbiana
  • anti-séptica
  • cicatrizante: pomadas Cenouras
  • emoliente
  • desinfectante
  • estimulante do sistema linfático
  • queratolítica: provocam o desaparecimento das calosidades e cicatrizes
  • rejuvenescedora
  • remineralizante
  • suavizante: creme
  • laxativa
  • diurética: ferver, durante 5min, em meio litro de água uma cenoura cortada às rodelas, esperar que arrefeça, coe e beba uma chávena antes das refeições principais
  • regulariza o trânsito intestinal
  • desinfecta a mucosa intestinal e estomacal
  • favorece a taxa de colesterol
  • tónica
  • favorece a hemoglobina (transportador do oxigénio)
  • contribui para o equilíbrio ácido-básico
  • peles secas
  • cabelos quebradiços e secos: máscara de tratamento
  • anemia
  • insónias
  • depressão
  • hipertiróidismo
  • sinusite
  • tosse
  • catarro
  • problemas hepáticos
  • dores menstruais
  • fotofobia
  • flatulência: ralar uma raiz média e espremê-la com a ajuda de um pano para aobtenção do seu sumo. Beber este sumo antes das refeições principais.
  • doença celíaca: sumo e/ou puré de cenoura com banana
  • indicada durante a gravidez e durante a amamentação

Uso Interno:

  • Sumo: indicado queimaduras, amigdalites infantis e pólipos, gota, reumatismo, artrite, Sumo de Cenouratuberculose pulmonar e lombrigas (também em puré ou ralada);
  • Sumo + Mel: vias respiratórias, catarro, tosse, rouquidão
  • Sementes: a infusão de sementes de cenoura é estimulante, diurética;

Uso Externo:

  • Rama esmagada: aplicação sobre as úlceras e feridasRaspa de Cenoura
  • Polpa: aplicação para aliviar queimaduras, úlceras, eczemas e hemorragias, bem como para facilitar a cicatrização nas ulcerações
  • Banhos: contra as frieiras e o cieiro

Contra-Indicações:

  • O sumo de cenoura em excesso pode causar diarreia em bebés e crianças e em adultos com um sistema gastro-intestinal delicado;
  • Na forma de banhos ou massagem corporal, deve ser evitada por mulheres grávidas.
Anúncios

3 pensamentos sobre “

  1. Este ano aparecem muitas cenouras brancas,como nunca as tinha visto,gostava que me dissessem se são comestíveis, pois todas qu

    e me aparecem e que são bastantes,deito-as todas no lixo . Obg . Linda Gonçalves

  2. Ermelinda,

    Desculpe a resposta tardia, mas só mediante imagens da planta poderíamos confirmar. Existe a patisnaga ou cherivia, mas pode ser confundida com a cicuta (Conium maculatum L.) – esta potencialmente mortal. Na dúvida mais vale não correr o risco, mas procure estas plantas e tente identificar qual encontrou! Na pior das hipóteses em vez de as deitar no lixo procure integrá-las num processo caseiro de compostagem para posterior retorno à horta como fertilizante natural! Obrigado! 😉

  3. Pingback: Xarope Caseiro de Cenoura - A Senhora do Monte

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s