Pastéis de Belém

PASTÉIS DE BELÉM:

Os pastéis de bélem são umas das especialidades mais populares da doçaria portuguesa. Podem ser Mosteiro dos Jerónimoscomidos quentes e polvilhados com açúcar e canela em pó. Em 2011 foram considerados uma das 7 Maravilhas da Gastronomia portuguesa.

Existem variadas receitas de pastéis de nata, mas somente a fábrica dos pastéis de Belém, em Lisboa, é detentora do segredo da receita original. Muitos dizem que só 3 pessoas sabem o grande segredo desta receita que nunca ninguém conseguiu igualar.

Durante a revolução liberal de 1820, o Mosteiro dos Jerónimos tal como todos os conventos de Portugal, foi encerrado sendo os trabalhadores e o clero expulsos. Estes, numa tentativa de subsistência resolveram pôr os pastéis à venda numa refinaria próximo do Mosteiro dos Jerónimos.

Antigamente  Belém ficava bastante distante do centro de Lisboa, sendo o seu acesso feito através de barcos a vapor. Mas o facto da loja se encontrar próximo do Mosteiro dos Jerónimos e da Torre de Belém acabou por atrair imensos turistas.

Mais tarde a receita foi vendida a um empresário português, vindo do Brasil, chamado Domingos Rafael Alves.Pastéis de Belém 1 A receita manteve-se até aos dias de hoje na posse dos seus descendentes.

Mais tarde em 1837 foram inauguradas outras instalações, em anexo às iniciais e tudo foi transformado na pastelaria que hoje conhecemos, a Confraria de Belém. Desde então são confeccionados artesanalmente cerca de 15 mil pastéis por dia.

Confraria de Belém

A receita secular e secreta encontra-se guardada na Oficina do Segredo na Fábrica dos Pastéis de Belém. Diz-se que as únicas pessoas que a conhecem assinaram um termo de responsabilidade e fizeram um juramento em como se comprometiam a nunca divulgar a receita. Tanto a receita como o próprio nome “Pastéis de Belém” encontram-se patenteados.

Vulgarmente são confundidos, devido aos seu aspecto, com os pastéis de nata. Estes, embora semelhantes e com uma história comum, são completamente diferentes em termos de sabor. Inclusivamente a massa folhada nestes dois tipos de pastéis é totalmente diferente.

Os Pastéis de Nata, como o próprio nome indica, contêm natas, enquanto que os Pastéis de Belém não possuem este ingrediente, sendo confeccionados essencialmente com gemas de ovo e açúcar. Pastéis de Belém

Em 1994, investigadores do Laboratório Gastronómico de uma Universidade em Milão, fizeram um estudo e concluíram que o ingrediente secreto, para além dos óbvio, seria flocos de batata como os usados para fazer puré.

Muito foi dito sobre este relatório, pois foram feitos testes entre os pastéis de Belém e os confeccionados no laboratório e ninguém conseguiu distingui-los.

Mais tarde foram também feitos testes de degustação mais alargados, mas enquanto se esperavam os tão esperados resultados, o relatório foi retirado de circulação. Acabando os testes por serem descontinuados, após aparentemente ter havido um contacto por parte de elementos ligados à Oficina do Segredo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s