Cogumelos Comestíveis

Cogumelos comestíveis

COGUMELOS COMESTÍVEIS:

O reino dos cogumelos apresenta impressionantes variedades. Contudo, nem todas são comestíveis, pelo que convém ter atenção no processo de identificação. Estas são algumas das espécies mais vulgarmente consumidas, tradicionalmente, nas regiões do Alentejo, Beiras, Douro, Minho e Trás-os-Montes. Recomendamos, naturalmente, um estudo mais aprofundado antes de qualquer aventura!

Agaricus campestris

Agaricus campestris

1280px-Agaricus_campestris

Cogumelo vulgarmente cultivado comercialmente e utilizado na alimentação humana.

Habitat: encontra-se em pastagens ou prados em alturas de chuva depois de um período seco. Aparecem geralmente em grupos.

 Amanita caesarea – ou Amanita Real
Amanita caesarea

O seu nome deriva do facto deste ter sido um dos cogumelos favoritos dos imperadores romanos.

Habitat: encontram-se debaixo de folhas em matas de castanheiros ou carvalhos.

Boletus edulis ou Boleto
Boletus edulis
Boletos

Trata-se de uma das melhores e mais apreciadas espécies de cogumelos. Tanto o seu sabor como seu cheiro assemelha-se a frutos secos.

Habitat: frequentemente encontrados debaixo de castanheiros, carvalhos, pinheiros e abetos vermelhos.

Cantharellus cibarius ou Cantarela
Cantharellus cibarius
Cantarela

O seu cheiro, inconfundível, assemelha-se a pêssegos. Quando comido cru tem sabor picante.

Não é facilmente conservado através de secagem.

Habitat: normalmente nascem debaixo de pinheiros e abetos. Encontram-se em bosques debaixo de faias, bétulas e carvalhos.

 Craterellus cornucopioides
Craterellus cornucopioides
craterellus-cornucopioides2

Da família dos Cantarela (e apesar do seu aspecto pouco apelativo) é bastante saboroso. Em crú tem um sabor semelhante a terra. Quando cozido recomenda-se misturar com outros tipos de cogumelos.

São usados comercialmente e conservados através de secagem. É usado seco e moído como especiaria.

Habitat: encontram-se geralmente em grandes colónias sob folhas de carvalhos, faias e abetos brancos.

 Lactarius deliciosus ou Míscaro
Lactarius deliciosus
Lactarius_deliciosus

Possui um forte cheiro semelhante a frutas e o seu sabor retardado é ligeiramente picante. O seu líquido leitoso vermelho alaranjado, após alguns minutos, torna-se vermelho escuro.

Muito utilizado na culinária da Catalunha.

Habitat: facilmente encontrado debaixo de pinheiros em solos neutros ou calcários.

Macrolepiota procera ou Tortulho
Macrolepiota procera

Considerado um dos mais saborosos cogumelos silvestres. Possui um leve cheiro a frutos secos.

Habitat: bastante abundante e facilmente encontrado no meio de vinhas, soutos e junto de giestas. Aparecem normalmente em grupos.

Recomendamos extensa pesquisa e companhia experiente para aprender no terreno.

Normalmente a indicação mais fácil é sequir as árvores e as condições necessárias para os cogumelos, assim como a sua respectiva sazonabilidade. Os Tortulhos surgem tipicamente em redor de Sobreiros maduros, os Boletos surgem junto a Carvalhos; os Cantarela em Carvalhos ou zonas de Faias, o Amanita em Castalheiros ou Carvalhos e o Campestris em prados ou pastos.

Note que existem outras variedades, tóxicas ou não apropriadas ao consumo humano, que podem induzir em erro. Procure cursos, workshops, contactos com colectores experientes.

Mais informação:

Guia de Campo – Cogumelos Silvestres (Federação dos Produtores Florestais de Portugal)

Guia do Colector de Cogumelos – DRAPC – Min. Agricultura

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s